segunda-feira, 5 de novembro de 2007



A chuva e o guarda-chuva

Um curtíssima de Balsa



Cena 01
Externa. Tomada geral. É dia, parte da tarde. Chove muito. Um homem, aproximadamente 35 anos, óculos escuros, terno surrado e cigarro molhado no canto da boca tenta se esconder da chuva que cai de maneira impiedosa debaixo de um ponto de ônibus. Close no rosto do homem, que exprime muita agonia.

Cena 02
Externa. Dia. Parte da tarde. Chove muito. O mesmo homem, mesma roupa, mesmo cigarro molhado. Agora ele está em uma banca de jornal, se espremendo em um canto, tentando se livrar da chuva, que ainda cai impiedosamente. Fecha em plano americano. Ele resmunga muito, mas nenhum som, apenas o da chuva.

Cena 03
Interna. Dia. Parte da tarde. Interior de uma loja. Câmera fechada na porta, ela se abre e o homem entra pela porta, indo em direção ao balcão. No lado de fora chove muito, que se nota pela fresta da porta, quando o homem entra. O homem, todo molhado e respingando chuva, se dirige ao balcão e conversa com uma japonesa, que coloca um guarda-chuva em cima do balcão. O homem sai todo feliz com o guarda-chuva.


Cena 04
Externa. Dia. Tarde. Sol forte e dia muito bonito, com pássaros e borboletas voando. Parte externa da loja. A porta da loja se abre o homem sai e para, pasmado, olhando para o dia bonito. Vê os pássaros voando, as borboletas e olha pasmo para o guarda-chuva.

Cena 04
Externa. Manhã. Sol muito forte e bonito. O homem está com a mesma roupa e o cigarro apagado na boca, sentado em um banco de praça, com o guarda chuva na mão. Olha desolado para os lados.

Cena 05
Externa. Tarde. Sol forte. O homem está com o guarda chuva na mão e o cigarro apagado na boca, andando nas ruas.

Cena 06
Externa. Dia, na parte da manhã. Uma praça qualquer. O homem está correndo atrás de pombos na praça, abrindo e fechando o guarda-chuva, espantando assim os pombos. Ele para, olha para o guarda-chuva e olha para a câmera e sorri. Close no rosto dele, mostrando o sorriso.

Cena 07
Interna. Hora indeterminada. Banheiro da casa do homem. Um banheiro bem simples. O homem está com a mesma roupa, porém está debaixo do chuveiro, guarda chuva aberto, e fumando o seu cigarro. Close no rosto do homem, que exprime intensa felicidade.


Fim

Ah....... como é difícil o processo criativo.......

quinta-feira, 1 de novembro de 2007



Olha o futoro de nossas crianças aí.........


Que saudades do João Paulo II.........


A vida de cartunista é difícil......
Ás vezes a gente quer uma coisa, mas não sai igual nem a pau.